terça-feira, 26 de agosto de 2008

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

A recolha de informação sobre o BookCrossing...

Quanto passamos a fazer parte de algum grupo/comunidade diz o bem senso que devemos procurar saber o máximo possivel sobre o assunto.
Quando se trata da Net, a melhor maneira é pesquizar, fazer umas visitas ao fórum e pedir ajuda aos mais antigos.
Foi o que fiz com a minha entrada para o BC (BookCrossing)!
Achei muita piada aos termos utilizados e respectivas siglas.
No meu caso, encontrei na página de Spiegel, dos BookCrosser's portugueses mais antigos, informação que considerei importantissima para a minha "iniciação":

Onde está todo mundo?

Fórum de língua portuguesa:
http://www.bookcrossing.com/forum/19
Grupo de discussão do Brasil:
http://br.groups.yahoo.com/group/BookcrossingBrasil/
Grupo de discussão de Portugal:
http://groups.yahoo.com/group/BCPortugal/

Visite também o site de apoio português:
http://www.bookcrossing-portugal.com/

Definições:

BCID - BookCrossing ID - número de identificação dos livros do tipo 123-456789. Os três primeiros números só devem ser conhecidos por quem teve o livro em mãos, pois são eles que permitem que se faça comentários no site. Cada exemplar de um livro deve ter um BCID separado.

Bookshelf - prateleira ou estante, é a página onde aparece o seu perfil e os seus livros registrados e encontrados (para vê-los clique em All Books).

BookRing - um livro que passa de um bookcrosser a outro (pelo correio), seguindo uma lista pré-definida até voltar ao dono.

BookRay - como um bookring, só que o livro não volta ao dono inicial, sendo ou libertado ou passado adiante indefinidamente.

BookBox - caixa de livros onde cada pessoa retira um ou mais livros e põe o mesmo número antes de enviar para o próximo.

BookRelay - uma pessoa oferece o livro A, que é aceito por outra pessoa que então oferece o livro B, que então é aceito por ainda outra pessoa e assim por diante.

RABCK - Random Act of BookCrossing Kindness - quando uma pessoa resolve enviar um livro para alguém sem pedir nada em troca.

Release Alert - alerta de liberação, um email avisando que um livro foi deixado numa cidade.

PM - Private Message - mensagens enviadas através do site. Você recebe por email, porém o remetente não fica sabendo seu endereço. Você também é obrigado a responder PMs através do site, pois responder o email não funciona.

OCZ ou OBCZ - Official Crossing Zone - local oficial estabelecido por bookcrossers para deixarem seus livros (ex. restaurante, loja, com o consentimento do dono).

Wild Release - livro que foi deixado para algum estranho encontrar.

Controlled Release - liberação controlada - livro entregue ou enviado para uma pessoa conhecida.

Postal Release - outro nome para liberação controlada, feita pelo correio.

Themed Release - liberação temática - livro deixado num lugar relacionado ao título, autor ou assunto do livro (ex. livro sobre animais no zoológico).

Books Found - livros registrados por outro bookcrosser que você encontrou.

Book Caught - livros registrados por você que outro bookcrosser encontrou.

Book Status - TBR (to be read) = a ser lido, AVL (available) = disponível, RES (reserved) = reservado, PC (Permanent Collection) = coleção particular, TRAV (traveling) = viajando.

SSM - Sunset Sunday Missions - liberações feitas aos domingos durante o pôr-do-sol num local determinado durante a semana.

ISO - In Search Of - mensagem de alguém à procura de um livro ou uma pessoa.

OT - Off-topic - mensagem no fórum que não seja sobre o tópico de livros ou do próprio site.



Procedimentos:

Registrar um livro: clique em 'register book', que aparece no alto da página na aba 'My Shelf', e informe os dados do livro. O país e ISBN são opcionais e só funcionam para livros na base de dados da Amazon. Você receberá um BCID que deve ser anotado no livro.

Liberar um livro: clique em 'release notes' no alto da página na aba 'My Shelf' ou em 'make release notes' na sua prateleira em baixo do livro desejado, e informe o local e data de liberação. Garanta que o livro está bem etiquetado com as informações sobre o site e o número BCID antes de passá-lo adiante. Etiquetas em português podem ser encontradas em http://bcportugal.no.sapo.pt/Etiquetas/etiquetas.htm.

Fazer comentários sobre o livro: informe o BCID na caixa do lado esquerdo da página ou clique em 'new journal entry' na sua prateleira em baixo do livro desejado.

Obter um livro de outro Bookcrosser: procure na página de 'Go Hunting' os livros liberados perto de você (aba Books&People), inscreva-se em bookrings/rays/relays ou mande uma PM para alguém perguntando se o livro está disponível (de preferência oferecendo uma troca). Você pode também colocar uma mensagem no fórum procurando por livros.

Atenção: se você encontrou um livro do BC, deve apenas fazer comentários ou notas de liberação usando o BCID existente e não registrar o livro de novo. Os livros aparecem nas prateleiras de todos que fizeram comentários sobre eles. Se você já está registrado no BC, certifique-se de estar logado no site antes fazer comentários, ou o livro será creditado ao usuário anônimo do sistema.


Minha fonte de informação:

http://spiegel.bookcrossing.com

Obrigada!

quinta-feira, 12 de junho de 2008

A descoberta do BookCrossing...


Foi através da série "Morangos com Açucar" que ouvi falar em BookCrossing.
Fiquei curiosa e fui procurar o site e tentar descobrir mais sobre o assunto.

Para quem não sabe é uma espécie de clube de livros global, que atravessa o tempo e o espaço.
É um grupo de leitura que não conhece limites geográficos.
Os seus membros gostam tanto de livros que não se importam de se separar deles, libertando-os, para que possam ser encontrados por outros.

O endereço do site é:
http://www.bookcrossing.com/

Inscrevi-me no site em 30 Novembro de 2007 e comecei por registar 1 exemplar do meu livro Desencontros Virtuais.
Um dos membros aconselhou-me a colocar o livro em BookRay ou BookRing, explicando que a diferença era que no 1º.caso o livro era lido pelas pessoas que se inscreviam para tal e, no fim, seria libertado num lugar qualquer para que alguém o encontrasse e no 2º.caso, o livro voltaria para o seu dono.
Resolvi colocá-lo na 1ª.opção e lá seguiu ele para a 1ª.pessoa que se inscreveu (de um total de 29).

Entretanto, registei outro exemplar mas para esse experimentei a verdadeira essência do BookCrossing que consiste em permitir aos livros encontrar novos leitores.
A libertação do livro é o passo principal e consiste em deixá-lo num local onde possa ser encontrado para que possa ser lido e podemos seguir o seu precurso se a pessoa que o encontrar entrar no site e registar que está em seu poder e deverá voltar a "abandoná-lo" quando terminar de o ler, deixando a sua opinião.
Por isso, antes de libertar um livro, convém identificá-lo correctamente, para que o próximo leitor saiba que se trata de um livro do Bookcrossing, e que deve vir ao site dar notícias dele.
Quando no dia 15 de Dezembro de 2007 me preparava para o deixar no café onde costumo ir, aconteceu uma coisa curiosa.

Reparei numa jovem que entrou no café com um livro na mão e que o deixou em cima de uma mesa e se dirigiu ao balcão.
De repente, eu resolvi fazer de maneira diferente...
Dirigi-me à jovem e perguntei-lhe:
- Gosta de ler, não gosta?
- Gosto muito... adoro!, respondeu-me ela.
Então eu apresento-lhe o meu livro e digo-lhe:
- Então, aqui tem, espero que goste...
- Ah, muito obrigada!, disse-me ela, admirada.
E eu vim embora...
Já passou quase 1 mês e não apareceu nada escrito no BookCrossing sobre o livro, possivelmente não percebeu as explicações sobre o que deveria fazer ou ainda não o leu.
Mas foi muito gratificante para mim partilhar assim gratuitamente o meu livrinho!